HORTO - Uma forma que vem do toque

criação: Guilherme de Sousa & Pedro Azevedo


desenho de luz: Francisco Campos
banda-sonora: Domenico Scarlatti 
produção: MALA VOADORA . Câmara Municipal do Porto . Fórum do Futuro

projecto vencedor call for art "happy together" 2017

Em Horto - Uma forma que vem do toque, propomos a execução de uma estufa artificial.

A instalação, implantada numa blackbox, pretende recriar a noção de estufa partindo da própria ideia de artificialidade inevitavelmente associada. Nela, os visitantes têm a hipótese de se posicionar no lugar das próprias plantas, abrindo simultaneamente a possibilidade de desencadear uma relação entre dois diferentes grupos de pessoas, que parte da troca de afectos entre o homem e a planta: conceito cientificamente designado por Thigmomorphogenesis (do grego thigmo “toque", morpho "forma", e genesis “origem”).

A performance associada à instalação recorre à personificação da planta partindo da noção de empenho e carinho como meio para um crescimento mais saudável e virtuoso não só do cultivo como das relações interpessoais.

PARA ACEDER ÀS CONDIÇÕES DE VENDA/ RIDER POR FAVOR CONTACTAR VIA E-MAIL

1/3